Your Heading

rebostejos

sobre o rebostejos

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam,

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Absurdo
  mariola     Era véspera de Natal. O supermercado estava lotado e as filas eram longas e lentas. O jovem no caixa terminava de passar as compras de uma senhora de cabelos cor de beterraba, quando viu o homem que aguardava na fila: - Senhor, me desculpe – disse o rapaz. Esta é a fila para os clientes preferenciais. Peço que procure outro caixa. - Eu sei que esta é a fila do preferencial – respondeu o homem. - Então, senhor... Este caixa só atende idosos, grávidas, pessoas com criança de colo ou portadores de necessidades especiais. - Se é assim, estou na fila correta. O caixa olhou bem para o homem, que aparentava não ter mais que trinta anos e não carregava criança alguma no colo. Pensou um pouco e disse, envergonhado: - Perdão, senhor... Eu não tinha reparado que o senhor tem necessidades especiais. - E quem disse que eu sou deficiente? - Ora, o senhor é muito jovem para ser idoso e... - Eu estou grávido! – disse o homem, interrompendo o caixa. - Como? - Eu estou grávido! - Que absurdo!  - nesse momento, todos no supermercado acompanhavam o drama – O senhor queira já sair dessa fila antes que eu chame o segurança! - Absurdo é a sua ignorância, rapaz! Exijo o gerente aqui agora! O jovem apertou um botão ao lado da registradora e acendeu uma lâmpada sobre o número do caixa. Nesse momento, de um mastro até então despercebido desceu o gerente, como fosse um bombeiro chamado para uma emergência. - Pois não, o que está acontecendo? – perguntou gerente ao rapaz no caixa. - Este homem está na fila de atendimento preferencial e não quer sair pois diz que está grávido! - Isso mesmo! Eu quero que meus direitos sejam respeitados! O gerente ajeitou os óculos para mirar o homem da fila: - Em tantos anos de supermercado, nunca vi algo assim! Isso é um absurdo! O jovem caixa consentiu com a cabeça. - Você não pode fazer isso! Será que você não consegue perceber que esse homem está grávido? – disse ao jovem, que quase caiu da cadeira. Virou então para o homem e continuou: - O senhor me desculpe, prometo que isso nunca mais vai acontecer. Vou eu mesmo passar a sua compra. Você, rapaz, está dispensado. O gerente tirou do bolso uma caixa com um botão, que ao ser apertado fez o rapaz ser ejetado da cadeira e jogado para fora do prédio. O gerente passou as compras do homem pelo leitor de código de barras e anunciou o valor total: - Ficou em duzentos e quarenta reais - Hmmm... posso pagar com uma mariola? - Claro que não! Isso é um absurdo! - Mas por quê? - Ora, eu não tenho tantas jujubas pra te dar de troco! *** Enquanto isso, um papagaio que a tudo presenciava virou-se para a madame ao lado e disse, consternado: - Não acredito que perdi meu tempo prestando atenção nisso pra tudo acabar assim. - Acabar como? – perguntou a madame. - Assim.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.