Your Heading

rebostejos

sobre o rebostejos

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam,

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Ainda é Cedo Nesta Tarde
  Fio terra     O contrarregra chamou por José, que esperava ansioso em uma sala pequena e improvisada. O desassossego era ainda maior quando ele chegou, por isso ter aceitado as duas doses de uísque a que produção lhe oferecera pareceu ter sido uma boa ideia. O programa era ao vivo, e por mais conhecimento que José tivesse do assunto, era natural o nervosismo pela estreia na televisão. Ele até se arrependera de ter avisado a família e os amigos da entrevista, mas um pouco da sua confiança se restaurou com a bebida e ele se sentia pronto para o desafio. O estúdio era menor do que ele imaginava. Duas poltronas estavam postas num canto do cenário. A apresentadora conversava com alguém da produção enquanto em uma tela se viam os comerciais. O contrarregra instalou José numa das poltronas, prendeu o microfone em sua roupa, deu algumas instruções e saiu para que se preparassem para a volta do intervalo. O entrevistado ficou tenso novamente e pensou em pedir mais uma dose, mas já não havia mais tempo. A vinheta começou, alguém contou 3, 2, 1 e... - Estamos de volta com o nosso Ainda é Cedo Nesta Tarde, e agora nós vamos tratar de um assunto muito polêmico, que tenho certeza que a minha amiga que está aí nos assistindo tem muita curiosidade em desvendar. O assunto é tabu, mas com a gente não tem isso não, então trouxemos aqui um convidado especial para falar da sua experiência. Mas antes, a Giovana tem um recadinho do nosso patrocinador. José ficou intrigado com aquela introdução, mas também já havia parecido estranho quando a produção o abordou na rua e o convidou para tratar do assunto em um programa de variedades. Não sabia como sua experiência como engenheiro mecânico especializado em prensagem eletrostática poderia despertar o interesse de donas de casa que gostavam de saber de fofocas, mas achou que um convite para aparecer na televisão nunca poderia ser recusado. Depois que a bela Giovana terminou de apresentar o revolucionário chá de casca de tartaruga azul e seus benefícios para a pele e a libido, a apresentadora agradeceu e começou a falar, mas José estava distraído com a movimentação do estúdio e só ouviu a pergunta: - Então, José, você tem bastante experiência? - Bem, errr.... Bom, eu tenho bastante experiência nesse assunto, né? Tenho conhecimento teórico e prático bem aprofundado. - Hmmm. Aprofundado... -  A apresentadora deu um leve sorriso - Então você é um entusiasta? - Bem, eu sou entusiasmado sim e me esforço para fazer bem a minha parte, né? - E você já fazia antes do casamento? - Hein? – José estranhou a pergunta. - Você já fazia isso antes de casar? - Sim, sim, claro... Eu tenho uns dez anos de experiência em... - E a sua esposa? - Interrompeu a entrevistadora – Ela não estranhou, nunca falou nada? - Ôchi, e por que ela iria falar algo? - Nossa, que bacana isso de vocês terem a cabeça aberta, mas convenhamos que não é comum... Poucas pessoas admitem que fazem isso, principalmente os homens! - Poucos fazem porque tem que ter o jeito certo de fazer, é preciso dominar a técnica, tem que ter jeito, senão a pessoa pode até se machucar. Não é qualquer um que vai se enfiando... - Ah, com certeza! Se for se enfiando sem qualquer jeito a pessoa se machuca mesmo... Hahahaha... Ah, me desculpe, eu não resisti, me desculpe... José não entendeu a piada mas tentou seguir em frente: - A pressão que faz é muita, por isso eu não recomendo a quem não estiver familiarizado com o processo. Pode até ser perigoso, se não for realizado com cautela e paciência. - Claro, claro! Então o senhor aprova o chamado fio terra? - Ah? Sim, evidente, é fundamental! Não dá pra ficar sem! - Não? - Não! Tem sempre uma descarga elétrica, né? - Tem? - Tem! E o choque pode ser grande! - Imagino! - Fio terra é uma questão de segurança! - Segurança? - Sim! A prensagem eletrostática ainda está em fase de desenvolvimento, e existe o risco de choque. - Ãh, como o senhor chamou? - Prensagem eletrostática, que é o nome do procedimento... Enquanto falava os olhos de José fitaram a tela aonde o programa era mostrado, e com um pouco de esforço ele conseguiu ler o texto do gerador de caracteres, que dizia: “HOMEM CONTA SUA EXPERIÊNCIA COM MASSAGEM PROSTÁTICA”. - Moça! Moça! Moça! – repetiu nervosamente José – Acho que está errado... - Não, não, não! – repetiu calmamente a entrevistadora – Não há nada de errado! Errado está o machismo que não deixa o homem explorar a sua sexualidade, libertando-se das amarras do conservadorismo e da ignorância... Antes que a apresentadora terminasse seu discurso libertário José se levantou e jogou longe o microfone. Tentou correr mas deu uma trombada em Giovana e derrubou todo o chá de tartaruga azul pelo chão. O diretor gritou chamando os comerciais, a apresentadora deu um piti e o contrarregra desmaiou em um canto do estúdio. Ninguém percebeu que antes de fugir pela porta principal José levou a garrafa de uísque, que agora ele teria que tomar inteira para criar coragem de voltar pra casa.      

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.