Your Heading

rebostejos

sobre o rebostejos

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam,

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

TeXtículos
 

007-skyfall-daniel-craig

  Eu nunca fui muito fã do 007 - deixei de acompanhar a série desde os horríveis filmes com Roger Moore e não assisti nenhum com Timothy Dalton ou Pierce Brosnan - mas resolvi dar uma nova chance ao herói e vi toda essa nova leva começada com "Cassino Royale". Aquelas perseguições só possíveis a James Bond continuam, assim como as traquitanas e as mulheres, mas os três filmes mais recentes atualizaram bem o personagem. E o último (o melhor dessa trilogia) consolida a transição do agente secreto para a fase moderna - não à toa, o embate entre o velho e o novo é um dos principais temas de "Operação Skyfall". E o vilão de "Skyfall" é também o melhor dos últimos três, lembrando muitas vezes o Coringa de "O Cavaleiro das Trevas".   ***  

steven_liv_tyler_001_051108

  Outro que nunca esteve entre os meus favoritos é o Aerosmith. Conheço pouco da banda - só os hits, na verdade - mas algumas de suas músicas são realmente muito boas. Pensei nisso porque enquanto escrevo ouço "Amazing" e, para variar, comecei a balançar a cabeça no solo de guitarra no final da canção. O Aerosmith tem contra si o fato de ter inspirado muitas bandas-farofa, mas são ótimos músicos e Steve Tyler é um dos melhores vocalistas do rock. E é o pai da Liv, pelo que sempre merecerá meu agradecimento.   ***   ozymandias   Eu já achava que não me seria uma boa a ideia de fazer novas histórias com os personagens de Watchmen, mas ainda assim resolvi arriscar e comprei o episódio da série "Antes de Watchmen" protagonizado por Ozymandias. Escolhi essa edição por achar o alter ego de AdrianVeidt um dos mais complexos heróis da história original, justamente por se tornado - spoiler! - o vilão da trama. Pois minha previsão estava certa: a "autobiografia" daquele que se tornou Ozymandias é um amontoado de clichês que não faz jus à criação de Alan Moore. Para mim, a grande sacada de Watchmen foi partir da ideia que uma pessoa que veste uma máscara para sair por aí batendo nos outros, a pretexto de estar combatendo o crime, é figura com sérios problemas - pois o Veidt da história não passa de uma cara metido a besta que decidiu salvar o mundo porque achou que deveria. Nem a justificativa para ter se tornado um mascarado é boa. Ele passou a combater o crime para vingar a perda de uma namorada - oh! - mas passa a história inteira sem convencer de que era realmente chegado 😐 . Quando é mais fácil acreditar nas peripécias de um filme do 007 do que em uma história em quadrinhos é porque algo deu muito errado...    

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.