Your Heading

rebostejos

sobre o rebostejos

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam,

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Ronin
  A primeira vez que encontrei com a palavra "RONIN" foi na capa da graphic novel de Frank Miller, lançada pela Abril depois do sucesso de O Cavaleiro das Trevas, no final dos 80.

 Ronin1

  Ronin é uma palavra japonesa que designa um samurai que perde seu mestre e, consequentemente, sua honra. Na história de Miller, um ronin e um demônio se enfretam em pleno Japão feudal, suas almas ficam presas em uma espada e eles são liberados para novamente se confrontarem séculos depois, em uma Nova York futurista e distópica. Maluquice? É ainda pior que isso, pois a história também traz um computador inteligente, um menino telepata sem braços e sem pernas, máquinas que se comportam como organismos vivos, etc. RONIN é uma obra muito boa,  que foi assumidamente influenciada por outra história de samurai desonrado: O LOBO SOLITÁRIO, de Kasuo Koike e Goseki Kojima.   lobo solitário   Nesse mangá épico, Itto Ogami, um antigo alto servidor do Imperador, sai pelo Japão como matador de aluguel buscando juntar meios para se vingar daquele que o fez cair em desgraça. Sua jornada é feita em conjunto com Daigoro, seu filho, que cresce sob a sina de ter que percorrer o meifumado (a trilha do assassino). Depois de duas tentativas de publicação pelas editoras Cedibra e Sampa, finalmente em 2005 a Panini disponibilizou no Brasil a série inteira, em 28 edições. Tenho essa coleção completa e confesso que, mesmo depois de acompanhar inúmeras matanças e tragédias, me emocionei com seu final.  

samurai jack

  Um personagem que parece ter sido inspirado pelas obras de Miller e de Koike/Kojima é SAMURAI JACK. Este é um desenho infantil diferente, com longos silêncios, sequencias lentas e ensinamentos de filosofia oriental. Típica diversão pra garotada que talvez agrade mais aos adultos. Uma lenda sobre 47 ronins que vão buscar vingança é o mote para um filme hollywoodiano que vai estrear em dezembro, e que se chama... 47 RONINS. Estrelado por Keanu Reeves, o trailer já está disponível - e não me empolgou.     Existe um filme chamado RONIN, com Robert DeNiro, que trata de espionagem e ação, e nada tem a ver com o Japão feudal. Nem me lembro direito de sua história.   drive 1   Escrevi tudo isso porque vi dias atrás DRIVE, com Ryan Gosling. Esse filme também não tem nada a ver com samurais ou com  o Japão, e conta sobre um dublê em Los Angeles que presta serviços a bandidos como piloto de fuga. Embora não exista qualquer menção aos espadachins orientais, o personagem principal me lembrou as histórias de ronin graças ao seu jeito soturno, de poucas palavras, típico de quem espera pelo pior. Assim como nas sagas japonesas, o filme traz o personagem enfrentando forças que sabe que são maiores que a sua, através de uma narrativa de algumas sequências de planos longos e cenas de ação que exibem violência extrema. DRIVE é um filme muito bom.   .  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.