out 132012
 

 

 

Dia onze último fez 16 anos que morreu Renato Russo.

Lembro que naquele dia eu tinha estudado de manhã, na casa da Prudente de Moraes, e fui para a faculdade na hora do almoço, com intenção de passar a tarde na biblioteca. Quando cheguei os colegas falaram do que ocorrera e eu refiz meus planos, voltando para a república para acompanhar o noticiário e as homenagens que foram prestadas até no Aqui Agora.

Não me considero um fã, pois não sei tudo sobre o cantor e a banda, mas a Legião foi fundamental para a minha adolescência. Como centenas de milhares por todo Brasil, eu me identificava com as letras e sabia de cor as canções que, infelizmente, nunca vi ao vivo – tive chance de ir a dois shows, mas não o fiz.

Passei um tempo sem ouvir a banda mas recentemente comprei alguns cds e passei a revisitá-los. Hoje peguei O Descobrimento do Brasil, disco que tem aquela que seria a música preferida do Renato (Giz), sucessos (Perfeição, O Descobrimento do Brasil e Vamos Fazer um Filme) e uma das minhas  prediletas:

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

O tempo passou e eu continuei gostando da Legião, talvez porque ainda seja um lobisomem juvenil.