nov 102012
 

 

Na verdade, não são versões de uma mesma música, mas sim duas canções que têm o mesmo título, extraído da obra de Charles Baudelaire, e que tratam basicamente do mesmo sentimento mas de formas bem diferentes.

Digamos então que são duas versões para a desilusão.

“Flores do Mal” do Barão Vermelho é de 1992, do LP “Supermercados da Vida”. É mais lírica, mais triste, expressa um certo conformismo.

 

Já a música da Legião é a melhor do álbum “Uma Outra Estação” (o pior da banda, pois foi feito apenas com sobras de estúdio em 1997, depois da morte do Renato Russo). Sua letra é mais crua e direta, está cheia de ressentimento e raiva.

A mesma mão que acaricia, fere e sai furtiva…
…Porque mentir é fácil demais.

 

Atualização: Meu amigo Bica, além de me avisar que tinha grafado o nome do poeta de forma errada, também disponibilizou um link de uma obra de Baudelaire que tem tudo a ver, pois o embriagado (de vinho, de poesia ou de virtude) convive melhor com a desilusão.