dez 232013
 

 

E a música do ano foi mesmo Get Lucky. Eu já tinha cravado isso há tempos, mas a internet está aí pra confirmar aquela afirmação: aposto que que nenhuma outra canção tenha tido tantas versões em 2013, sendo que algumas são legais, outras inusitadas e muitas são pura bizarrice.

 

O original:

Uma versão acústica:

Outra versão acústica (mais gatinha essa):

Os indies também curtiram a música, ao seu jeito:

Uma pegada roqueira:

O Bono Vox parecia estar um pouco alterado quando cantou:

Cinco pessoas no piano:

A polícia da Rússia mandou ver:

Em português, com o Tony Salles (quem?):

Essa é pro carnaval:

Tem em forró, claro:

Eu já tinha postado a do Obama, mas sempre vale a pena:

Também tem em 8 bits:

Uma version hermana, por que não?

Para terminar, a melhor de todas – a performance de Yoko Ono:

 

Like the legend of the phoenix

All ends with beginnings

 

.

nov 222013
 

 

Eu conhecia a versão original de LOVESONG…

 

 

… e também conhecia a versão acústica, feita pelo próprio The Cure…

 

 

… mas não sabia da existência dessa outra versão, dos americanos do Imagine Dragons…

 

 

…nem que Adele também tinha gravado essa canção, de uma forma mais intimista:

 

 

However far away
I will always love you…

 

..
.
mar 262013
 

 

 

Wish You Were Here é uma das canções mais conhecidas em todo o mundo. Não existe cantor de barzinho que não saiba esta música, e vários artistas profissionais fizeram suas próprias versões.

 

Como todo mundo deve(ria) saber, a canção foi originalmente gravada pelo Pink Floyd, em 1975:

 

 

Os americanos do Sparklehorse gravaram sua versão em 1998, com participação do Tom Yorke, vocalista do Radiohead. O video abaixo não é oficial, e foi feito por um fã coreano (!):

 

 

Wyclef Jean lançou uma versão hip hop (!!). Por incrível que pareça, não é de todo ruim:

 

 

Se Wish You Were Here com influência do rap pareceu estranho, espere para ver esta versão de um tal grupo chamado Gregorian em… canto gregoriano (!!!):

 

 

Melhor voltar para o básico – David Gilmour, em uma exibição acústica e perfeita:

 

 

How I wish, how I wish you were here…