mar 092016
 

 

 

inception-top

 

 

– Oi, tem alguém aí? – disse a mulher em meio à escuridão.

A luz de uma vela se acendeu, revelando a face de um homem com o dedo indicador parado sobre a boca, invocando silêncio.

– Moça – falou baixinho o homem – silêncio, senão você vai acordá-lo!

– Me desculpe – disse ela no mesmo tom – Eu vim para…

– Eu sei para o quê você veio. Venha, fique à vontade, está meio bagunçado aqui dentro, mas você sabe como ele é, né?

Ela se aproximou do homem e ambos seguiram pelo pequeno cômodo. No chão algumas caixas estavam jogadas em meio a fotos, brinquedos e peças de roupas fora de moda. No canto de uma parede havia uma caixa-arquivo de papelão ao lado de um grande armário de aço.

– O que tem ali dentro?

– Ali, na caixa, tudo o que ele sabe.

– E no armário?

– Tudo o que ele pensa que sabe.

Ela riu e apontou para uma máquina.

– Aquilo é uma picotadora. É usado pras coisas que ele tenta esquecer, mas isso quase nunca funciona.

Ela tentou ver o que estava próximo à picotadora, mas o homem mudou a vela de direção, iluminando outro ponto da sala.

– O que tem naquela caixa de papelão?

– Aqui ficam as recordações mais importantes. As da infância, nesse rolo de filme Super 8. A adolescência está naquelas duas fitas VHS. E naqueles disquetes, a vida adulta.

– Disquetes?

– Pois é. Sofremos com a falta de espaço. Eu deleto um monte de coisas pra colocar outras coisas novas. Acabei de apagar o arquivo das refeições de ontem, então ele literalmente não sabe mais o que comeu no almoço.

Aos poucos, bem baixinho, o som de um alarme começou a reverberar dentro do cômodo.

– Moça, está chegando a hora. O passeio acabou.

Ela olhou em volta, procurando, mas ficou frustrada por não encontrar nenhuma referência. Não havia nada que lembrasse dela. Já estava pronta para abrir os olhos quando percebeu uma bela caixa, toda trabalhada em madeira, colocada numa prateleira na parede.

– O que tem ali? – perguntou enquanto seu corpo se afastava do local.

– Ah, você sabe – disse o homem sorrindo, antes de desaparecer na luz do dia.

 

.

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)

Loading Facebook Comments ...

Warning: require_once(/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php) [function.require-once]: failed to open stream: No such file or directory in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103

Fatal error: require_once() [function.require]: Failed opening required '/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php' (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103