dez 132013
 

 

image

 

 

Hoje, 13 de dezembro, faz 15 anos que prestei a prova da primeira fase da OAB.

Lembro-me bem dessa data não por causa do exame, mas sim porque na véspera aconteceram a colação de grau e o baile de formatura.

A colação de grau foi à tarde, num sábado de muito calor em Franca. A cerimônia foi longa graças aos discursos dos homenageados e dos representantes de turma, mas o mais notável foi ver o seu Nestor, pai do Helton, subir ao púlpito para fazer um agradecimento à cidade em nome dos pais dos alunos.

Muitos se espantaram ao ver aquele homem cometer a ousadia de quebrar o protocolo, mas as coisas não poderiam apenas se desenrolar normalmente na formatura da XI Turma. Foi então muito apropriado ver aquele homem com barba branca de Papai Noel fazer um dos discursos mais emocionantes do dia.

Após a cerimônia levei meus pais para o Hotel Marconi, na rua Couto Magalhães, aonde ficaram alojados junto com nossos convidados. Até hoje a Paula reclama por eu ter reservado aquela hospedagem aonde os quartos tinham um marcante cheiro de chulé.

Tomei um banho, comi um lanche (vulgo “bolota”) e fui para o baile. Por causa da prova na manhã seguinte não bebi nada a noite inteira, mas o Alessandro aproveitou que não iria fazer o exame e naquela festa praticamente tirou o atraso de cinco anos de vida comportada.

Já amanhecendo fui para a república, tomei um banho, saí com cuidado para não pisar nos amigos do Helton que dormiam espalhados por todos os cômodos da casa e fui buscar o Rogê, que também iria enfrentar as questões da OAB na Faculdade Municipal (vulgo “Brejão”).

O sacrifício valeu a pena, e cerca de um mês depois voltamos a nos encontrar para a segunda fase – que daqui a pouco também vai completar 15 anos, e também vai parecer que foi ontem que aconteceu.

 

.

  2 Responses to “15 anos”

  1. Também me lembro muito bem dos dias de festa em Franca.
    Lembro-me do carinho e preocupação das escolhas dos trajes que usamos, eu e mamãe mandamos fazer os vestidos com as estampas mais lindas que achamos. Lembro dos preparativos do baile e da “escova” que a Tia Salete fez no meu cabelo e que quase perdi metade dele pois a tentativa foi bem trágica, como podemos ver na foto. Me lembro também que não pude dançar nada no baile (que eu fui mesmo tendo apenas 11 anos de idade) pois 2 dias antes de irmos para Franca, eu havia tirado o gesso que ficou 1 mês no meu pezinho quebrado em 2 lugares.
    Me lembro também do orgulho que senti do meu irmão formado.
    Parabéns! <3

  2. É, eu nunca me lembro da data de formatura, mas você nunca esquece… Muito bons tempos. Vou mostrar o texto ao meu pai, que com certeza também gostará. Quem talvez não se orgulhe da lembrança é o Alessandro!! Obrigado pela lembrança.

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)

Loading Facebook Comments ...

Warning: require_once(/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php) [function.require-once]: failed to open stream: No such file or directory in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103

Fatal error: require_once() [function.require]: Failed opening required '/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php' (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103