nov 042013
 

 

 

Elysium-Wagner-Moura-05abr2013-01

 

O cretino colunista da Veja não gostou de Elysium pois achou que este é um filme de ideias comunistas.

Para o colunista cretino, é injusto que o filme mostre como vilões insensíveis os ricos que moram em uma colônia espacial, curtindo benesses exclusivas, completamente isolados do pobres que continuam habitando a Terra. Eles estão ali porque mereceram, ora bolas!

O que não passou pela cabeça do cretino colunista é que o filme é sobre o presente, tempo em que os ricos se escondem nos condomínios cada vez mais luxuosos e de muros mais altos. Esse afastamento social já começou a cobrar o seu preço, mas esperar um pouco de reflexão de um colunista de uma revista cretina é querer demais.

Elysium chama a atenção por ter Wagner Moura em um papel importante,  mas não é um filme bom, nem ruim. Seu problema é justamente estabelecer premissas interessantes mas resolvê-las da forma mais usual, abusando dos clichês de filmes de ação.

Ainda que não seja tudo o que promete, vale muito mais gastar seu dinheiro com o ingresso do filme que para comprar as cretinices publicadas pela Veja.

 

***

 

O Exterminador do Futuro 4 - A Salvação

 

Já tem uns dois anos que saiu, mas eu não tinha visto ainda: O Exterminador do Futuro: A Salvação.

O primeiro Exterminador do Futuro é um dos grandes filmes de ficção científica de todos os tempos, e o segundo é muito bacana também, com efeitos especiais que marcaram época. Já o terceiro é uma xaropada enorme, e creio que foi por desgostar tanto desse filme que não me animei para ver o último, que tem a função de iniciar uma nova trilogia.

E esse quarto filme também foi uma decepção. A partir do meio a história fica sem sentido, e o final é de uma pieguice deprimente (se você não viu ainda, aviso que vou mandar spoiler): o robô/homem/vilão/bonzinho decide doar seu coração para John Connor, pois afinal todo mundo merece uma segunda chance.

Aff…

Com esse filme ruim o Exterminador do Futuro já queimou sua segunda chance de me manter interessado pela franquia.

 

***

gravidade filme

 

O melhor filme de ficção que vi recentemente é Gravidade.

Cotado como um dos melhores filmes de 2013 e colocado na condição de favorito ao Oscar, trata-se de uma obra marcante, não só pela boa história, mas também pelas belíssimas imagens que proporciona e pelos ótimos efeitos especiais (altamente recomendado que seja visto em uma sala 3D).

O enredo é simples: dois astronautas ficam à deriva no espaço depois que uma chuva de detritos atinge sua nave espacial, e a luta pela sobrevivência traz algumas considerações bem interessantes sobre morte, motivações, renascimento, etc.

O filme proporciona ainda ótimos momentos de ação e apreensão, mas acho que o colunista cretino da revista cretina também não deve ter gostado, afinal, é mostrada uma estação espacial chinesa, e como a China é comunista…

 

.

 

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)

Loading Facebook Comments ...

Warning: require_once(/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php) [function.require-once]: failed to open stream: No such file or directory in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103

Fatal error: require_once() [function.require]: Failed opening required '/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php' (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103