nov 272012
 

 

Eu sou mesmo um chato em relação à música que ouço.

Acredito que não existe esse negócio de “ah, eu gosto de tudo”. Quem gosta de tudo na verdade não gosta de nada, apenas ouve o que tocam por aí mas não aproveita coisa alguma. Pra mim a música tem que tem algum sentido, tem que trazer alguma sensação, e isso muitas vezes independe até da letra que está sendo cantada.

Admito, porém, que cada situação tem seu fundo musical apropriado. Samba cai melhor numa feijoada que Ramones, por exemplo.

(Nunca vou esquecer da vez que estava na praia, sob um céu azul e com umas caipirinhas na cabeça, e do quiosque surgiu a voz de Clara Nunes entoando “O Mar Serenou” – não tenho uma música dela sequer na minha coleção, mas foi um daqueles momentos perfeitos que fazem a vida valer a pena).

O problema de selecionar o que se ouve é que muitas vezes nos acomodamos e deixamos de procurar coisas novas, pois caímos na besteira de achar que só o som “do meu tempo” é que presta. Conhecer os clássicos é fundamental, claro, mas tem música boa sendo feita por aí, basta dar uma chance.

Falo isso tudo porque esses dias eu me impressionei com TAME IMPALA. Tinha todo um zum-zum-zum sobre os caras, mas ainda assim eu resisti um pouco, até que ouvi LONEIRISM, o segundo e recém-lançado disco da banda, e gostei muito da viagem psicodélica desses australianos.

Não vou fazer uma crítica do disco já que pessoas mais gabaritadas do que eu (ou não) já fizeram um monte – falam de influências de Pink Floyd, Black Sabath, Beatles fase Magical Mistery Tour e por aí vai. Prefiro colocar para sua apreciação duas músicas:

 

“Endors Toi”, com seus vocais que me lembram John Lennon:

 

E “Feels Like We Go Backwards”, com seu clipe lisérgico:

 

Alguns dizem que é o disco do ano. Acho bem provável que estejam com razão.

 

  One Response to “A melhor banda australiana desta semana”

  1. […] maioria das vezes apenas serve para demonstrar a idade avançada de quem usa desse argumento. Como eu disse outro dia, tem muita coisa bacana sendo feita por aí, o problema é que o que tem sido divulgado realmente […]

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)

Loading Facebook Comments ...

Warning: require_once(/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php) [function.require-once]: failed to open stream: No such file or directory in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103

Fatal error: require_once() [function.require]: Failed opening required '/home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/partials/.php' (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/rebostej/public_html/wp-content/plugins/gplus-comments/includes/templates/container.php on line 103