jun 122014
 

 

Instagrama

Faltam menos de duas horas para o início da Copa do Mundo do Brasil, e pelo que acabo de presenciar nas ruas não é verdade que desta vez o povo não está entusiasmado com o evento – estávamos todos sim praticando o esporte nacional de deixar tudo para a última hora.  A cidade está cheia de carros enfeitados, muitas pessoas estão nas lojas comprando cornetas, bandeiras e enfeites e muitas outras estão vestidas de amarelo, como eu.

Minha camisa é uma réplica daquela que foi usada pela Seleção de 1982, que não ganhou o título, mas entrou para a história. Além de me lembrar da primeira Copa que vivi (em 78 eu tinha apenas 4 anos), escolhi esse uniforme porque ele me faz lembrar que às vezes a forma é mais importante que o resultado.

Dita tal pérola filosófica de balcão de padaria, aposto que o Brasil bate a Croácia por 2 a 0.

.